Quem é o ator que interpretou o mesmo personagem em 66 filmes? 13

Quem é o ator que interpretou o mesmo personagem em 66 filmes?

Embora hoje desconhecido para muitas pessoas, um ator específico, rei do período áureo da Ocidental, representa um marco notável no cinema mundial. Ele interpretou o mesmo personagem por décadas em 66 filmes.

Estamos falando de William Boyd, o intérprete de Bill ‘Hopalong’ Cassidy, personagem criado no início do século XX pelo autor Clarence E. Mulford, que se tornou um grande sucesso nos filmes de cowboy.

Hopalong estrelou mais de 30 livros e foi um dos primeiros personagens de faroeste a ter sua história continuada em diversas obras.

Ele chegou às telonas em 1935, interpretado por William Boyd. O sucesso das páginas foi imediatamente transferido para o cinema.

Primeiros filmes e a origem de William Boyd

Quem é o ator que interpretou o mesmo personagem em 66 filmes? 16

William Boyd como Hopalong – Foto: Reprodução

A Paramount Pictures lançou imediatamente três filmes com o personagem. Em 1936, surgiram mais cinco, dada a aceitação imediata do público. E em 1937 vieram mais seis produções. A ascensão de Boyd e seu personagem foi meteórica.

O ator nasceu em junho de 1885, iniciou sua carreira em 1920 e foi revelado ao mundo em 1925, com o filme ‘Amor Eterno’. Boyd teve outros personagens proeminentes, mas nenhum que alcançasse a escala de Hopalong.

Relatos da época indicam que o ator havia sido escolhido, em princípio, para interpretar o apoiando do filme Red Connors, mas pediu para ser escalado como protagonista, pois precisava de uma chance.

Adaptações

Hopalong passou por mudanças para ser melhor aceito nas telonas. Diferentemente dos livros, em que aparecia como um alcoólatra de perfil nervoso e agitado, no cinema ele aparece com um comportamento mais tradicional.

O vaqueiro era avesso à bebida, não fumava e sempre se manteve na posição do mocinho, aquele que não começava brigas. O sucesso foi enorme, a tal ponto que Boyd ainda está ligado ao personagem até hoje.

No total, foram 66 filmes, produzidos entre 1935 e 1948. Nos últimos 12 filmes, Boyd também esteve nos créditos como produtor executivo.

A continuidade da história rendeu ao ator, em 1948, o ingresso no Livro dos Recordescomo responsável pelo maior número de atuações no mesmo papel em Hollywood.

Fim da saga

O fim da carreira do personagem no cinema ocorreu após William Boyd, já insatisfeito com a direção do roteiro, brigar para comprar os direitos de produção, que pertenciam à United Artists.

Relacionado :  Manchester City pronto para pagar o mesmo salário básico a Erling Haaland como o de Kevin De Bruyne: Relatórios

O ator ainda vendeu um rancho, pediu dinheiro emprestado e hipotecou um carro para chegar aos necessários US$ 350 mil.

Um ano depois, a saga Hopalong foi parar na TV. Inicialmente, versões editadas dos filmes foram transmitidas pela NBC e viraram uma série de 52 episódios, divididos em duas temporadas.

A história chegou até banda desenhada e programas de rádio, mas nos últimos anos de sua vida, William Boyd optou por levar uma vida reclusa, longe dos holofotes. Ele morreu aos 77 anos, após ser diagnosticado com doença de Parkinson.