Função oculta do iPhone é usada para espionar pessoas; Veja como funciona 13

Função oculta do iPhone é usada para espionar pessoas; Veja como funciona

Cuidadoso! Você pode estar sendo espionado por seu Iphone. Recentemente, surgiram relatos sobre a descoberta de uma tática usada por pessoas mal-intencionadas para espionar usuários de iOS.

A empresa de segurança Kaspersky emitiu um alerta sobre isso em junho passado e agora detalhou como essa falha de segurança em dispositivos Apple estava sendo explorada.

De acordo com uma pesquisa da Kaspersky, os invasores exploraram um recurso secreto no hardware do iPhone, algo que nem mesmo os especialistas em tecnologia conheciam. É importante notar que a Apple já corrigiu esta vulnerabilidade.

Os especialistas da Kaspersky suspeitam que esta função “secreta”, explorada por criminosos cibernéticos, foi possivelmente criada para teste ou depuração pelos engenheiros da Kaspersky. Maçã.

Ainda não foi revelado como os hackers descobriram a existência desse recurso.

Além disso, os invasores aparentemente encontraram vulnerabilidades em diferentes partes do iPhone, incluindo fontes, núcleo do sistema e até mesmo no navegador Safari.

Logo depois, a Apple lançou atualizações para iOS, corrigindo essas falhas de segurança em seu software.

A pesquisa da Kaspersky destaca o avanço das ameaças digitais em todo o mundo, mostrando como elas estão se tornando cada vez mais sofisticadas.

Isto realça a importância de as grandes empresas tecnológicas continuarem a investir em segurança para proteger os seus ambientes virtuais.

Função oculta do iPhone é usada para espionar pessoas; Veja como funciona 16

Imagem: Reprodução

Estamos seguros?

Você smartphones representam uma dupla faceta da tecnologia, capaz de oferecer comodidade e, ao mesmo tempo, apresentar riscos à segurança e à privacidade.

Casos reais evidenciam essa dualidade: o iPhone, por exemplo, foi alvo de vulnerabilidades que permitiram acessos não autorizados por meio do spyware Pegasus, desenvolvido pela empresa NSO Group.

Este software foi utilizado para espionagem em larga escala, comprometendo a privacidade de políticos, ativistas e jornalistas em diversos países.

Além disso, aplicações amplamente utilizadas têm sido associadas a violações de privacidade.

Ó Facebookpor exemplo, enfrentou críticas devido ao compartilhamento indevido de dados de milhões de usuários com terceiros, comprometendo a confidencialidade das informações pessoais.

Estas situações da vida real realçam a necessidade urgente de aumentar a consciencialização sobre os riscos associados aos dispositivos móveis.

É crucial que os utilizadores estejam atentos às atualizações de segurança, verifiquem as permissões concedidas às aplicações e tomem medidas proativas para proteger a sua privacidade face a estas potenciais ameaças.

Relacionado :  5 melhores capas de silicone para Samsung Galaxy S23 e Galaxy S23 Plus

Aprenda a se proteger

Mas nem tudo está perdido, afinal você pode se proteger mantendo seus dispositivos atualizados com as últimas versões do Programasbem como reforçar as senhas e utilizar a autenticação de dois fatores sempre que possível.

Além dessas medidas importantes, você também pode revisar as permissões concedidas aos apps e minimizar o compartilhamento de dados sensíveis.

Evite redes Wi-Fi públicas e opte por conexões seguras. Use soluções antivírus e aplicativos de segurança confiáveis.

Acima de tudo, esteja ciente de atividades suspeitas em seu dispositivo e informe-se continuamente sobre as ameaças cibernéticas atuais.