Imperdível: eclipse solar de 2024 promete ser o mais visto da história 13

Imperdível: eclipse solar de 2024 promete ser o mais visto da história

Em 14 de outubro de 2023, grande parte do Brasil teve a oportunidade de presenciar o eclipse solar anular, evento marcado pela projeção da sombra da Lua na superfície da Terra. O estado do Rio Grande do Norte foi o mais favorecido em termos de visibilidade.

Em 2024, teremos outro eclipse, mas desta vez será um eclipse solar total, em que a Lua passará entre a Terra e o Sol, bloqueando completamente a visão do astro.

Porém, segundo a NASA, este eclipse será diferente dos anteriores. O que o torna tão especial?

Primeiro eclipse solar total de 2024

Imperdível: eclipse solar de 2024 promete ser o mais visto da história 16

Eclipse solar total, quando apenas a coroa solar é visível – Foto: Reprodução/Brasil Escola

O fenômeno total está previsto para ocorrer em 8 de abril de 2024, começando no Oceano Pacífico Sul e atravessando a América do Norte, passando por México, Estados Unidos e Canadá. Infelizmente, o Brasil não está incluído na trajetória.

Se o tempo permitir, a primeira região continental da América do Norte a vivenciar a totalidade será a costa do Pacífico do México por volta das 11h PDT (horário de verão do Pacífico).

Os cientistas afirmam que a coroa solar, a camada mais externa da estrela, será mais visível durante o próximo eclipse solar total em comparação com o evento de 2017. Isto se deve à maior atividade solar que ocorre atualmente.

Além disso, o eclipse deste ano durará aproximadamente 2 minutos a mais que o de 2017.

Um eclipse A energia solar total acontece quando a Lua está posicionada entre a Terra e o Sol, bloqueando completamente a luz solar direta.

Isso resulta em uma escuridão temporária, semelhante ao amanhecer ou ao anoitecer, quando o céu escurece.

Segundo Polly White, fundadora do Grande Eclipse Americano, desde o eclipse de 2017 e o eclipse solar anular de 2023, mais pessoas estão cientes do evento que acontecerá em abril deste ano.

Além disso, o caminho da totalidade será ainda mais longo, tornando o eclipse visível para mais pessoas do que antes.

Após o eclipse total de abril de 2024, os observadores só terão a oportunidade de ver outro em 2044, tornando este evento ainda mais atraente.

Milhões de pessoas testemunharão o eclipse

Imperdível: eclipse solar de 2024 promete ser o mais visto da história 17

Imperdível: eclipse solar de 2024 promete ser o mais visto da história 18

O eclipse solar de 2024 está chegando e promete ser o mais visto da história – Foto: Reprodução/Getty Images

Relacionado :  Ficou uma loucura no ChatGPT! Usuários relatam comportamento bizarro do chatbot

Aproximadamente 31 milhões de pessoas nos Estados Unidos terão a oportunidade de testemunhar este evento ao longo do percurso total de 320 quilômetros do eclipse.

Isso significa mais que o dobro do número de pessoas que conseguiram assistir ao último evento, presenciado por cerca de 20 milhões de telespectadores.

Muitos estão entusiasmados para ver o eclipse solar total. Embora seja possível assistir ao evento sem sair das cidades, espera-se um aumento significativo de viagens para presenciar o espetáculo.

O site Great American Eclipse estima que 1 em cada 4 cidadãos americanos deve viagem durante o fenômeno para vê-lo de perto.

De qualquer forma, é importante lembrar que os brasileiros não terão a oportunidade de assistir ao evento no Brasil, pois ele só será visível entre o México e o Canadá.

O sector do turismo será certamente beneficiado, uma vez que os agentes de viagens estão a ajudar os viajantes a encontrar alojamento com a melhor vista.

Além disso, um festival de música de cinco dias está programado durante a semana do eclipse, chamado ‘Eclipse Festival’, que contará com experiências espaciais e palestras lideradas por profissionais da NASA, Blue Origin e SpaceX no Texas.

No Brasil, o próximo eclipse solar visível ocorrerá em 2 de outubro de 2024, mas será parcial e visível apenas no centro-sul do país.

O próximo será no dia 6 de fevereiro de 2027 e poderá ser visto em quase todo o Brasil, com exceção da região Norte.