Sistema Solar pode abrigar novo planeta descoberto por brasileiro 13

Sistema Solar pode abrigar novo planeta descoberto por brasileiro

Novas pesquisas sugerem que Sistema solar poderá abrigar mais um planeta além dos conhecidos.

A pesquisadora Patryk Sofia Lykawka, atualmente professora da Universidade Kindai, no Japão, e formada pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), no Rio Grande do Sul, sugere a presença de um planeta adicional localizado a mais de 200 unidades astronômicas do Sol , equivalente à distância entre a Terra e nossa estrela.

Análise das órbitas de objetos transnetunianos

Lykawka analisou as órbitas de diferentes grupos de objetos transnetunianos (TNOs), localizados no distante Cinturão de Kuiper.

Ao investigar essas estrelas, ele descobriu que algumas delas tinham órbitas além dos efeitos gravitacionais de Netuno, enquanto outras tinham uma inclinação orbital de 45°. Além disso, um terceiro grupo tinha objetos com órbitas peculiares.

Simulações sugerem a influência de um novo planeta

Sistema Solar pode abrigar novo planeta descoberto por brasileiro 16

Novo estudo sugere a existência de um nono planeta do Sistema Solar – Imagem: ESO/M. Kornmesser/Reprodução

Por sua vez, o cientista realizou simulações do Sistema Solar externo, que incluía um possível planeta com massa semelhante à da Terra, em órbitas variadas.

“Obtive resultados que poderiam explicar as propriedades orbitais de populações distantes do Cinturão de Kuiper”, explica Lykawka. “Isto sugere um papel vital desempenhado pelo novo planeta na formação do Cinturão de Kuiper”, explica ela.

A previsão de um novo planeta

Patryk percebeu, com novas simulações, que o Sistema Solar exterior não conseguia explicar as propriedades dos objetos em questão.

“Assim, este estudo prevê a existência de um planeta com massa de aproximadamente 1,5 a 3 Terras no distante Sistema Solar exterior, localizado além de 200 unidades astronômicas”, disse ele.

Ele sugeriu três órbitas possíveis para este mundo hipotético, todas variando de 200 a 800 unidades astronômicas.

Segundo a análise do professor, os resultados mais promissores destacam órbitas localizadas entre 200 e 500 unidades astronômicas, bem como aquelas entre 200 e 800 unidades astronômicas.

Implicações da descoberta de um novo planeta

Se a descoberta desta estrela se confirmar, o Sistema Solar poderá voltar a ter nove planetas.

“Além disso, tal como aconteceu em 2006 com a reclassificação de Plutão, precisaríamos de melhorar a definição de ‘planeta’, pois um planeta massivo localizado muito além de Neptuno provavelmente pertenceria a uma nova classe”, reflecte Patryk.

Para as próximas etapas de seu estudo, o professor planeja reavaliar os resultados com novas simulações e extensões da pesquisa.

Relacionado :  O que é o Kindle Cloud Reader e ele é para você?

Tais descobertas e especulações vão ao encontro da constante busca da ciência pelo extenso e ainda pouco conhecido universo que nos rodeia, sempre nos trazendo novidades e ampliando nossa compreensão do mundo. espaço.